Chevrolet Montana Lançamento

Publicidade

Primeiramente devemos devemos enfatizar que novo Chevrolet Montana está quase pronto e temos nosso primeiro contato com o caminhão antes do lançamento oficial.

O Motor1.com foi ao campo de provas da GM em São Paulo para ver de perto e dar uma primeira olhada na novidade da camuflagem e displays estáticos. O que pensamos?

Publicidade

Quando irá chegar? Exclusivamente, o Motor1.com obteve a informação de que o lançamento ocorrerá em janeiro. A Chevrolet é despretensiosa, dizendo que sua missão é redefinir o mercado de picapes compactas.

Apesar do foco semelhante, a estratégia da marca será um pouco diferente, justamente por ter em seu portfólio um SUV, Tracker e a picape mais potente S10.

Visão promete amor à primeira vista

Montana Lançamento
Imagem Canva Pró – Google

Não vimos o Montana sem camuflagem, mas a GM mostrou os primeiros esboços. Nele, você pode ver que seu estilo seguirá o último lançamento global da Chevrolet, mas coincidentemente esbarrará no design da Fiat Toro.

Falamos do visual frontal, onde a ótica será dividida em duas camadas, com uma barra de luz LED de tubo duplo na parte superior e um farol maior na parte inferior. Mesma receita da marca italiana.

No entanto, a linha de design já apareceu dentro da Chevrolet, incluindo o Blazer SUV e o recém-lançado Seeker na China.

Publicidade

Se você tocar a camuflagem com a mão, verá que a aparência ficará muito próxima do modelo nacional, com poucas alterações. Tentamos atrair executivos e a resposta foi “este é o caminho a seguir”.

Montana Lançamento – O Novo desigin

O design geral do novo Montana também parece bastante preciso. As linhas são harmoniosas e acentuam o design inclinado do pilar C.

Preocupações estéticas à parte, possui propriedades aerodinâmicas que reduzem a turbulência criada no interior da caçamba em altas velocidades.

Falando em barris, a GM promete “muita capacidade”, mas não dá nenhuma dica sobre a capacidade. Ao descrever o processo de desenvolvimento, a marca enfatizou “caçambas mais altas para melhor capacidade de carga e aerodinâmica”.

Sua superfície oceânica cobre toda a extensão, mas obviamente terá grande profundidade para cumprir essa promessa da marca. De um modo geral, a traseira não é tão alta quanto a Toro.

Publicidade

Montana Lançamento – Espaço interior

Duas coisas me chamaram a atenção quando nos conhecemos. Distância entre eixos (também não divulgada) e dimensões da cabine.

Claramente, a Chevrolet se concentrou em criar uma cabine grande para acomodar, especialmente os passageiros do banco traseiro. O design inclinado do pilar C esconde todas essas extensões.

Ademais, segundo a Chevrolet, o novo Montana terá “o melhor coeficiente de arrasto de qualquer outro caminhão” O novo Montana terá “resistência estrutural de caminhão-caminhão e conforto de carro de passeio”.

Tínhamos a impressão de que poderia acomodar passageiros no banco de trás. Ao utilizar a plataforma GEM, seu compartimento de motor é projetado para acomodar um motor de 3 cilindros mais compacto.

Sem motor diesel e sem tração 4×4

Como dissemos acima, a estratégia da Chevrolet com a New Montana será bem clara: oferecer uma picape com conforto de SUV para condução urbana.

Com a adoção da plataforma GEM, os motores turbo diesel permanecerá. Que tal tração 4×4? Isso tudo sugere que nenhum dos dois é.

A explicação é simples. Enquanto a Fiat Toro precisa atender os dois públicos, quem usa a opção turboflex na cidade e quem precisa de uma picape 4×4 mais potente com motor turbodiesel.

Se você quer um SUV, fique com o Tracker, a picape da cidade realocada para o novo Montana e a picape mais robusta atualizada para o S10. Na Fiat, o mais alto é o Toro (pelo menos por enquanto).

Segurança e captura de conexão

O novo Montana virá de série com 6 airbags em todas as versões. Foi desenvolvido com alto grau de segurança, todas as deformações na área frontal. Todo o projeto em New Montana é feito virtualmente.

Isso permite simplificar o tempo total com números importantes, como uma simulação virtual de 15.000 testes de choque e 3.000 horas no túnel de vento.

Rodrigo Fioco, diretor de marketing de produtos da GM, disse que o novo Montana será a referência de potência, conforto e tranquilidade de um carro de passeio.

Segundo os executivos, a picape de médio porte será produzida em torno de 100 mil veículos por ano, e a nova Montana será a responsável por esse impulso.

Publicidade